Formação de preceptores de residência médica para o Sistema Único de Saúde – Módulo de Emergência.

Área: Hospitalar

ARLETE APARECIDA MARÇAL

Arlete Aparecida Marçal
Shirlene Pavelqueires

Introdução Em parceria com o Ministério da Saúde, o Hospital Sírio Libanês projetou o curso de formação de preceptores de residência médica para atuar no Sistema Único de Saúde (SUS). Enquanto docentes de escolas médicas que utilizam metodologias ativas de ensino aprendizagem e especialistas em urgência e emergência, fomos identificadas como facilitadoras neste projeto e realizamos o curso em 14 municípios, totalizando oito estados no Brasil (Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Piauí, São Paulo). Objetivo Capacitar médicos para atuar como preceptores em residência médica, utilizando metodologias ativas de ensino aprendizagem, tendo como temática o atendimento de emergência. Método Médicos e enfermeiros foram identificados nas localidades onde as residências médicas seriam implantadas. No máximo sete profissionais participaram dos encontros, que iniciava pelo relato de casos de urgência e emergência da realidade e o fluxo do paciente no sistema de saúde. A partir dos relatos, trabalhamos o protocolo do trauma, da reanimação cardiopulmonar e das emergências clínicas, utilizando metodologias ativas: simulações da prática com atores, manequins de alta fidelidade e discussões de casos. O curso permitiu a identificação de lacunas do conhecimento e a capacitação de habilidades para atendimento de urgência e emergência e, ainda, para a construção de casos e seus respectivos desempenhos. Resultado Os profissionais foram capacitados para a utilização de protocolos em atendimentos de urgência e emergência e da metodologia ativa de ensino aprendizagem. Conclusão O projeto propiciou a capacitação de médicos e enfermeiros sobre metodologia ativa de ensino aprendizagem; maior aproximação com os protocolos de urgência e emergência e com o SUS.