ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO GESTOR E O PROCESSO DE GERENCIAMENTO DE QUALIDADE EM SERVIÇO HOSPITALAR DE EMERGÊNCIA

Área: Hospitalar

FRANCISCO MAYRON MORAIS SOARES

Laís Helen Cavalcante Maia
Maria Emília De Melo Viana
Camila Alves de Sousa Queiroz
Julyana Gomes Freitas

INTRODUÇÃO: A enfer¬magem utiliza o gerenciamento no seu processo de trabalho e vem buscando meios mais eficazes de adequar modelos administrativos ao seu cotidiano, de modo a não afastar o seu foco principal de atenção, o cuidado prestado ao paciente. A atuação do enfermeiro no gerenciamento do cuidado é estruturada de acordo com as políticas de humanização e diretrizes do Sistema Único de Saúde e tem garantido melhorias no acesso dos usuários ao atendimento hospitalar. Objetivou-se avaliar a atuação do enfermeiro gestor e o processo de gerenciamento de qualidade em serviço hospitalar de emergência, e como a enfermagem tem produzido acerca desta temática. MÉTODO: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada entre agosto e outubro de 2015, em bases de dados nacionais e internacionais. Foram utilizados os seguintes descritores: “Serviço Hospitalar de Emergência”; “Gestão de Qualidade” “Enfermagem em Emergência” e “Gerência”. Os critérios de inclusão: artigos originais de pesquisa, disponíveis online na íntegra, idiomas (português e inglês), e publicados no período de 2009 a 2015. Após leitura dos 10 artigos selecionados, emergiram duas categorias temáticas: 1) “Atuação do enfermeiro gerenciador em serviço hospitalar de emergência, e suas dificuldades e 2) “Gerenciando as ações de enfermagem à qualidade no atendimento hospitalar de emergência”“. RESULTADOS: Entre os 10 artigos encontrados, oito são específicos da Enfermagem e apenas um é sobre Administração em Saúde. Em relação ao ano, o que mais prevaleceu foram de estudos de 2011, com 33,3% (n=3), seguido de 2012 e 2013, com 22,2% (n=2) de publicações. Em relação à autoria dos estudos, um é exclusivamente de enfermeiro, um de enfermeiro e mestre, três exclusivamente de estudantes de Graduação em Enfermagem e cinco de doutores e mestres. Em relação às categorias temáticas, obteve-se uma amostra de 7 artigos (70%) enquadrados na categoria temática 1, e 3 artigos (30%) na categoria 2. CONCLUSÕES: Poucos são os estudos que abordam sobre gerenciamento de qualidade e atuação do enfermeiro em Serviço Hospitalar de Emergência (SHE). A maior parte dos estudos publicados se relacionou à atuação do enfermeiro gerenciador e suas dificuldades de como gerenciar as ações de enfermagem à qualidade em SHE. Sugere-se a realização de trabalhos que abordem com maior profundidade a atuação do enfermeiro no gerenciamento de fluxos de atendimento e a sua relação com a qualidade nos serviços prestados em SHE.