Perfil dos Neonatos com Cardiopatia Congênita

Área: Pediatria

JÉSSICA COSTA BRITO PACHECO

Eliziane Ribeiro Barros
Luanna Nayra Mesquita Alvarenga
Ana Suzane Pereira Martins
Josefa Mayara de Figueiredo Andrade
Antonio Pereira dos Santos Neto

Cardiopatias congênitas constituem-se como anormalidades do coração e dos grandes vasos que afetam a funcionalidade cardiocirculatória, estando presentes ao nascimento, algumas com manifestações logo após o nascimento, outras vão se tornando evidentes até a idade adulta; são subdivididas em duas categorias que refletem a alteração fisiologica: as cardiogênicas, que provocam cianose da pele e mucosas devido a diminuição do fluxo sanguíneo pulmonar e a entrada de sangue venoso na circulação sistêmica e as Acianogênicas, as quais expõem a circulação pulmonar pós-natal normalmente de baixa pressão e resistência a um aumento de pressão ou volume. Objetivo: Caracterizar o perfil do neonato com cardiopatia congênita a partir de busca na literatura atual sobre a temática. Metodologia: Revisão Narrativa realizada no período de agosto de 2014 a maio de 2015, tendo como descritores: cardiopatias congênitas, neonatologia e doenças do prematuro; sendo selecionados os artigos em idioma português com textos completos e disponíveis e datados dos últimos dez anos (2006-2015). Resultados: organizados em tabela, descrevendo: título, autores, ano da publicação, objetivo do estudo e principais resultados dos artigos encontrados, tendo como destaque a resposta familiar frente a descoberta e diagnóstico de cardiopatia congênita, perfil, atuação da equipe de enfermagem em casos cirúrgicos e não-cirúrgicos. Conclusão: frente aos resultados obtidos neste estudo, conseguiu-se traçar o perfil delimitado no objetivo proposto, além disso, identificou-se os principais fatores que podem minimizar as complicações clínicas e orientem na prevenção de agravos e sequelas das cardiopatias congênitas à saúde da criança, bem como, promova uma relação de cuidado e orientação às famílias. Encontrou-se como principal entrave para a realização do trabalho a escassez de publicações na temática abordada.